ESCOLA É LUGAR DE POESIA!

Este é um espaço de divulgação de textos escritos por pequenos autores em salas de aula, e que são resultados do trabalho de produção de escrita, realizado pelos professores.
As obras, ou seja, os poemas, são propriedades exclusivas dos próprios autores mirins, não podendo ser reproduzidos sem prévia autorização. O objetivo deste blog é registrar o acervo de poemas produzidos pelos alunos do Ensino Fundamental I, e apoiar o talento desses jovens artistas da palavra escrita, poetas do presente e do futuro.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

POEMA MUITO MALUCO



Eu vi um moço com cara de rosca.
Um doente com cara de detergente,
com olho inchado e com dedo encravado,
de tanto machucado.

Ele foi embora com uma senhora
Que o chamou de bocó.
No fim da história, a senhora morreu
falando Tchau. 
Entendeu?


Tainá Moreno e Jheniffer  — 4ªA
EMEF "Padre Serafin Martinez Gutierrez"


2 comentários:

  1. Entendi e amei,Tainá! De poeta e de louco todo mundo tem um pouco!Bjs,

    ResponderExcluir
  2. Tainá, poema muito original, beijinho!!

    oa.s

    ResponderExcluir